terça-feira, 29 de junho de 2010

Heaven

pipocado por Gabriela Leite às 4:09:00 PM
e então... 

Quando conheci a Candy, parecia que eram os dias de fartura. Quando tudo vinha em abundância.

Pássaros enchiam o céu. Uma grande bondade ruía dento de nós.


- Quero experimentar do seu jeito dessa vez. E acho que quero experimentar na banheira.

- Merda! Ela teve overdose! Ei, Candy? Candy? Candy? Olhe para mim. Você acordou!


O futuro era algo que brilhava. O presente era muito, muito bom. Eu não queria estragar a vida dela. Só queria melhorar a minha.

Casper era o pai que todo mundo queria ter. Do tipo que deixa beber refrigerante e chupar pirulito.

Quando você consegue parar, não quer. Quando você quer parar, não consegue.


- E se fosse essa, Candy?

- Essa o quê?

- A última vez...

- Esse anel era da minha avó.

- Não vamos vender. Só penhorar. Depois a gente pega de volta.

- Consegui $25,00. Vou voltar lá! Ele disse que faria acordo...

- Sim, eu transei com ele! $50,00. Ele fedia.

- Você ta legal?

- Sim.

- Sinto muito.

- Não sinta.


E eis aqui, o segredo mais profundo que ninguém conhece. Eis a raiz da raiz e o broto do broto.

E o céu do céu de uma grande árvore chamada vida. Que cresce mais do que a alma pode esperar ou a mente esconder. E esta é a maravilha que mantém as estrelas distantes. Carrego seu coração comigo. Carrego-o no meu coração.


- Casa comigo?

- Seremos homem e mulher. Um só.


Claro que aquele fim de semana foi recheado de drogas. Todo noivo precisa estar relaxado.


- Somos as pessoas mais bacanas do McDonald's.


Nosso futuro era promissor. Encontramos a cola secreta que mantinha tudo junto num lugar perfeito onde o barulho não atrapalhava. Nosso mundo estava tão completo.


***


P.S Continua no próximo post (28/07/10)
P.S² Autor desconhecido

0 comentários on "Heaven"

 

The New Yoki Times Copyright 2009 Reflection Designed by Ipiet Templates Image by Tadpole's Notez | Blogger Templates